Para adquirir nossos folhetos e demais materiais para palestras







Movimento em Defesa da Vida da Arquidiocese do Rio de Janeiro
Vamos Trabalhar


  • Vá conversar pessoalmente com vereadores, deputados estaduais, deputados federais e senadores e peça-lhes que defendam a vida desde a concepção.


  • Seja um voluntário/a em casas que acolhem gestantes!


  • Divulgue o fato de que apenas as células-tronco ADULTAS (e não as embrionárias) têm proporcionado bons resultados!


  • Converse com gestantes sobre o desenvolvimento do bebê!


  • Escreva cartas para políticos incentivando-os a defenderem a vida a partir da concepção até a morte natural!


  • Faça parte de algum grupo que se dedique à defesa da vida!


  • Escreva cartas para jornais e revistas defendendo a vida (aproveite o espaço das "cartas dos leitores")!


  • Divulgue o fato de que a vida começa no momento da concepção!


  • Contribua financeiramente para impressão de folhetos que defendem a vida!


  • Vote em candidatos que sejam CONTRA o aborto em TODAS as circunstâncias!


  • Divulgue sites pró-vida como o dos "padres pela vida" (www.priestsfor life.org)!
Ser contra o abortamento provocado de bebês no ventre materno é uma questão ética, já que todos os seres humanos, independentemente da sua idade, ou de qualquer outra condição, têm a mesma dignidade de pessoa humana. É também uma questão científica, visto que há décadas a Ciência afirma que a vida humana começa no momento da concepção, com a primeira célula, o zigoto. É, ainda, uma questão jurídica, uma vez que todo ser humano tem, como o primeiro dos direitos, o direito natural à vida, da concepção até a morte natural. Finalmente, é uma questão também religiosa porque cada um de nós tem, acima de tudo, a dignidade sobrenatural de filho ou filha de Deus.