Para adquirir nossos folhetos e demais materiais para palestras







Movimento em Defesa da Vida da Arquidiocese do Rio de Janeiro
Oração e Ação


Oração   (leia aqui: prece da futura mãe - prece pelos nascituros)

Venha rezar conosco na igreja de Nossa Senhora de Copacabana (Rio de Janeiro), aos sábados, de 16h às 16h30, nas seguintes intenções:

1- Pelas famílias: para que experimentem o amor de Deus e o amor uns pelos outros.
2- Pelos casais casados: para que os cônjuges sejam fiéis um ao outro, e pratiquem os métodos naturais de regulação da procriação (planejamento familiar natural).
3- Pelos casais de namorados: para que pratiquem a virtude da castidade, e preparem-se adequadamente para o casamento.
4- Pelos bebês em perigo de aborto: para que Deus salve a sua vida.
5- Pelas mulheres e homens que estão pensando em provocar o abortamento de seus filhos: para que Deus transforme seus corações e mentes.
6- Por aqueles que matam os bebês no ventre materno: para que arrependam-se do que fazem, e passem a proteger a vida intra-uterina.
7- Pela polícia, pela justiça, pelos médicos, pelos políticos, e por toda a sociedade: para que cada um cumpra seu papel na luta contra a prática do abortamento provocado.
8- Pelo Brasil: para que Deus livre o nosso país da legalização do crime do aborto.
9- Por aqueles que defendem a vida humana mais ativamente: para que Deus renove todos os dias as suas forças.
10- Por cada um de nós: para que sempre nos lembremos de que tudo o que fazemos é apenas meio para chegar ao fim (objetivo) último de todas as coisas, que é Deus!



Ação

Fazemos palestras em escolas e igrejas. As palestras são gratuitas; apenas pedimos uma contribuição financeira para pagar os folhetos que normalmente distribuimos aos presentes. Os pedidos de palestras podem ser feitos pelo e-mail: defesadavida@defesadavida.com.

Participamos de eventos anuais como o Retiro de Carnaval da Renovação Carismática Católica (RCC), a Feira da Cultura do Colégio Geremário Dantas, e o Congresso da Pastoral Familiar da Arquidiocese do Rio de Janeiro, entre outros.


Leitura recomendada

  • A Vida dos Direitos Humanos: Bioética Médica e Jurídica - Autores: Ives Gandra da Silva Martins, Dr. Dernival Silva Brandão, e Dr. João Evangelista dos Santos Alves, entre outros. Encomendas: Sérgio Antônio Fabris, R. Miguel Couto, 745 Porto Alegre - RS - 90850-050 ou pela Caixa Postal 4001, 90631-970, ou pelo tel. (51) 233-2681. 
  • Os Fatos da Vida - Autor: Brian Clowes, PhD. Discute os principais ataques à vida e à família, oferecendo alternativas para a construção da “cultura da vida”. Encomendas: Associação Nacional Pró-vida e Pró-família, pelo tel. (61) 223-8497.
  • Aborto legal? Isso não existe! - Autor: Pró-vida de Anápolis. Para políticos e profissionais da saúde. Encomendas: Pró-Vida de Anápolis, pelo tel. (62)314-3350 ou (62)321-0900.
  • Aborto? Nunca! - Autor: Felipe Aquino. Trata do problema do aborto, inclusive das tentativas de legalização dessa prática em nosso país. Encomendas: Editora Cleofas. E-mail: cleofas@cleofas.com.br. Tel. (12)3152-6566.
  • Questões de Bioética - Autor: Jaime Espinosa, Editora Quadrante, São Paulo, 1998. Encomendas: Editora Quadrante, pelo tel. (11) 3873-2270.
  • Vida: O Primeiro Direito da Cidadania - Vários autores. Informações sobre aquisição, pelo tel. (21)2292-3132 (Edifício João Paulo II, pedir ramal do almoxarifado). Apenas R$ 1,50 o exemplar.
  • Direito Fundamental à Vida - Organizador: Ives Gandra da Silva Martins. A obra reúne trabalhos de 29 profissionais das áreas jurídicas e biomédicas, procedentes de 6 países. Encomendas: Editora Quartier Latin - vendas@quartierlatin.art.br. Tel. (11)3101-5780, Fax (11)3101-4780


voltar à página - Quem somos

Ser contra o abortamento provocado de bebês no ventre materno é uma questão ética, já que todos os seres humanos, independentemente da sua idade, ou de qualquer outra condição, têm a mesma dignidade de pessoa humana. É também uma questão científica, visto que há décadas a Ciência afirma que a vida humana começa no momento da concepção, com a primeira célula, o zigoto. É, ainda, uma questão jurídica, uma vez que todo ser humano tem, como o primeiro dos direitos, o direito natural à vida, da concepção até a morte natural. Finalmente, é uma questão também religiosa porque cada um de nós tem, acima de tudo, a dignidade sobrenatural de filho ou filha de Deus.