Para adquirir nossos folhetos e demais materiais para palestras







Movimento em Defesa da Vida da Arquidiocese do Rio de Janeiro
Notícias

Marcha em defesa da vida repudia projeto de legalização do aborto no Uruguai

Em 26/11/2011, a Mesa Coordenadora Nacional pela Vida realizou em Montevidéo a "Marcha dos Chocalhos" para protestar contra o projeto de despenalização e legalização do aborto no Uruguai. O projeto pretende eliminar o artigo do código penal que proibe o aborto.

Ao final da marcha, o prefeito de Montevidéu, Carlos Iafigliola, pronunciou um discurso no qual renovou seu repúdio ao referido projeto e convocou os uruguaios a defenderem a vida humana.

Ao final do evento, foi lido um documento que dizia: "Rechaçamos a mentalidade discriminadora que faz acepção de pessoas no que diz respeito ao mais básico dos direitos humanos, o direito à vida. Convidamos os uruguaios a mobilizarem-se na defesa dos que não podem defender-se a si mesmos e que são o futuro do país."

Fonte: www.acidigital.com, em 29/11/2011.



        
voltar à página Notícias

Ser contra o abortamento provocado de bebês no ventre materno é uma questão ética, já que todos os seres humanos, independentemente da sua idade, ou de qualquer outra condição, têm a mesma dignidade de pessoa humana. É também uma questão científica, visto que há décadas a Ciência afirma que a vida humana começa no momento da concepção, com a primeira célula, o zigoto. É, ainda, uma questão jurídica, uma vez que todo ser humano tem, como o primeiro dos direitos, o direito natural à vida, da concepção até a morte natural. Finalmente, é uma questão também religiosa porque cada um de nós tem, acima de tudo, a dignidade sobrenatural de filho ou filha de Deus.