Para adquirir nossos folhetos e demais materiais para palestras







Movimento em Defesa da Vida da Arquidiocese do Rio de Janeiro
Notícias

Governador da Flórida aprova leis que podem salvar bebês do aborto

Em junho de 2011, o governador do estado da Flórida (EUA), Rick Scott, aprovou uma lei que permite que todas as mulheres que pensam em fazer um aborto possam ver seu bebê por meio de um exame de ultrassonografia. Ele também assinou uma lei que exige a apresentação de documentação mais rigorosa da parte dos pais nos casos de aborto na adolescência. Como o abortamento provocado é legalizado nos Estados Unidos, qualquer tentativa de que as mulheres reflitam sobre o direito à vida e qualquer tentativa de impor limites a essa prática são sempre consideradas grandes vitórias por parte dos defensores da vida.

Fonte: http://www.nationalrighttolifenews.org/news/2011/06/florida-gov-rick-scott-signs-two-pro-life-bills/,
em 29/06/2011.



        
voltar à página Notícias

Ser contra o abortamento provocado de bebês no ventre materno é uma questão ética, já que todos os seres humanos, independentemente da sua idade, ou de qualquer outra condição, têm a mesma dignidade de pessoa humana. É também uma questão científica, visto que há décadas a Ciência afirma que a vida humana começa no momento da concepção, com a primeira célula, o zigoto. É, ainda, uma questão jurídica, uma vez que todo ser humano tem, como o primeiro dos direitos, o direito natural à vida, da concepção até a morte natural. Finalmente, é uma questão também religiosa porque cada um de nós tem, acima de tudo, a dignidade sobrenatural de filho ou filha de Deus.