Para adquirir nossos folhetos e demais materiais para palestras







Movimento em Defesa da Vida da Arquidiocese do Rio de Janeiro
Notícias

Mais de Meio milhão participam da Marcha pela Vida nos EUA

Em 23 de janeiro de 2012, mais de meio milhão de pessoas participaram da Marcha pela Vida em Washington, Estados Unidos, para protestar contra a legalização do aborto há 39 anos naquele país. Outras manifestações de apoio à grande Marcha de Washington aconteceram nas cidades de São Francisco, na Califórnia, em Santo Agostinho, na Flórida, e em Dallas, no Texas, mobilizando, da mesma forma, dezenas de milhares de pessoas. Em todos os eventos, todos lembraram da morte de 53 milhões de bebês abortados e do sofrimento de 53 milhões de mulheres que carregam a dor de terem abortado seus filhos, durante praticamente quatro décadas.

O tema da marcha foi: "Unamo-nos para revogarmos a lei do aborto e para proteger as mães e os bebês no ventre materno". Participaram da Marcha leigos, padres e bispos católicos, evangélicos, luteranos, patriarcas ortodoxos e uma proeminete comunidade judaica de Nova Iorque.

O deputado republicano Eric Cantor, do estado da Virgínia, afirmou: "Estamos reunimos hoje para anunciar a nossa crença de que a vida inocente é preciosa e a destruição de uma vida é sempre um mal moral. O dinheiro dos nossos impostos jamais deveria ser usado para destruir vidas, e é hora de proteger os direitos de consciência daqueles que se opõem ao aborto".

O movimento pró-vida norte-americano alcançou muitas vitórias em 2011: 24 estados aprovaram 92 leis que restringem o aborto. Uma delas foi a lei que prevê que os abortistas têm que mostrar às mulheres que pretendem abortar imagens ecográficas de seu bebê e ouvir as batidas do coração dele ou dela. Também foi aprovada uma lei que reconhece que o bebê que está sendo abortado sente dor.

Assistam os vídeos da Marcha de Washington:  
http://nicedeb.wordpress.com/2012/01/23/over-400000-march-for-life-in-washington-dc-pics-and-videos/ e também
http://www.usatoday.com/news/nation/story/2012-01-23/roe-wade-abortion-anniversary-rally/52756738/1
.

Apresentação sobre a organização Vida Humana Internacional: http://www.youtube.com/watch?v=OuBjZjZqCxk.

Fonte: boletim eletrônico da Vida Humana Internacional,  volume 17, número 20, de 02/02/2012, em http://www.vidahumana.org



        
voltar à página Notícias

Ser contra o abortamento provocado de bebês no ventre materno é uma questão ética, já que todos os seres humanos, independentemente da sua idade, ou de qualquer outra condição, têm a mesma dignidade de pessoa humana. É também uma questão científica, visto que há décadas a Ciência afirma que a vida humana começa no momento da concepção, com a primeira célula, o zigoto. É, ainda, uma questão jurídica, uma vez que todo ser humano tem, como o primeiro dos direitos, o direito natural à vida, da concepção até a morte natural. Finalmente, é uma questão também religiosa porque cada um de nós tem, acima de tudo, a dignidade sobrenatural de filho ou filha de Deus.