Para adquirir nossos folhetos e demais materiais para palestras







Movimento em Defesa da Vida da Arquidiocese do Rio de Janeiro
Notícias

I Congresso Internacional em Defesa da Vida:
06 a 10/02/2008 em Aparecida do Norte:

“No Brasil, existem várias iniciativas em defesa da vida. Queremos reunir esses grupos e elaborar uma agenda de trabalho comum a fim de termos uma ação mais conjunta e eficaz contra os mais de 50 projetos de lei em tramitação no Congresso Nacional que atentam contra a família e a vida humana”, explica o coordenador da Comissão Diocesana em Defesa da Vida e do Movimento Legislação e Vida da diocese de Taubaté, Prof. Hermes Rodrigues Nery, organizador do I Congresso Internacional em Defesa da Vida. A abertura do evento será na quarta-feira de Cinzas, coincidindo com o lançamento da Campanha da Fraternidade da CNBB que este ano tem o tema Fraternidade e Vida e o lema "Escolhe, pois a vida". Alguns dos palestrantes: Mons. Michel Schooyans (Membro da Pontifícia Academia para a Vida e Professor Emérito da Universidade de Louvain, Bélgica), Prof. Dr. Daniel Serrão (Membro da Pontifícia Academia para a Vida, Portugal), Mons. Philip Reilly (Diretor Executivo do Helpers of God’s Precious Infants, EUA), Padre Thomas Euteneuer (Presidente da Human Life International, Estados Unidos), Dr. Jorge Scala (Asocianones Unidas por un Mundo Mejor, Argentina), Christine de Vollmer (Presidente da Alianza Latinoamericana para la Família, Venezuela), Darka e Marijo Zivkovic (Family Center, Croácia), Dr. Silvio Dalla Valle (Consultor de movimentos pró-vida italianos e diretor da Revista Radice Cristiane, Itália), Dom Antonio Augusto Dias Duarte (Bispo-Auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro e do CELAM, Brasil), Prof. Dr. Dalton Luiz de Paula Ramos (Membro Correspondente da Pontifícia Academia para a Vida, Brasil), Dra. Lílian Piñero Eça (Biomédica, PhD em Biologia Molecular e Pesquisadora do Instituto de Pesquisa de Célula-Tronco, Brasil), Dra. Alice Teixeira Ferreira (Médica e Bióloga, Pesquisadora da UNIFESP, Brasil) e a Dra. Cléa Carpi da Rocha (Secretária-Geral do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil e Membro da Comissão Brasileira de Justiça e Paz da CNBB, Brasil), entre outros. Informações sobre o Congresso: hrneryprovida@uol.com.br.



        voltar à página Notícias

Ser contra o abortamento provocado de bebês no ventre materno é uma questão ética, já que todos os seres humanos, independentemente da sua idade, ou de qualquer outra condição, têm a mesma dignidade de pessoa humana. É também uma questão científica, visto que há décadas a Ciência afirma que a vida humana começa no momento da concepção, com a primeira célula, o zigoto. É, ainda, uma questão jurídica, uma vez que todo ser humano tem, como o primeiro dos direitos, o direito natural à vida, da concepção até a morte natural. Finalmente, é uma questão também religiosa porque cada um de nós tem, acima de tudo, a dignidade sobrenatural de filho ou filha de Deus.